Lindas mensagens…

Sentindo na pele…

Quatro razões que fazem pessoas legais agirem como idiotas durante o divórcio..

493ef5e8f75837faadaa049c9693f66d

Por que as pessoas que pareciam ser bastante racionais antes do divórcio, se tornam maníacas completas e hiperdefensivos quando o processo de separação e divórcio começa? É incrível como casais que concordaram em fazer o divórcio respeitosamente de repente se transformam em inimigos íntimos, pra que isso gente?

A verdade é que este comportamento “louco” é muito previsível e normal em tais circunstâncias. Isso não é uma desculpa, mas quando você começa a entender melhor o que está causando tais comportamentos, você pode finalmente começar a fazer escolhas mais saudáveis e abordar os sentimentos de maneira diferente.

1. A decepção e as expectativas que não foram atendidas
Quando disse “sim” você criou várias expectativas sobre como o casamento seria. Mas talvez você nunca tenha compartilhado essas expectativas com alguém que realmente desse seus votos no altar. Muitas vezes nós não articulamos as nossas expectativas especificamente porque acreditamos que a outra pessoa já deveria saber. Ei, ninguém mais mora na sua cabeça além de você, ok?

O grande desafio do casamento é colocar as expectativas tanto do parceiro quanto as suas na mesa e, em seguida, trabalhar em conjunto para criar acordos mútuos e uma visão de como o seu casamento vai realmente funcionar.

2. O medo da mudança
Durante os períodos de imensa e drástica mudança (como o divórcio), seu cérebro entra em modo de sobrevivência, pronto para brigar ou retrucar.

Se o seu medo é de perder o status (social, financeiro, etc.), um sentimento de incerteza sobre o futuro, uma preocupação de que você não pertencerá mais ao seu círculo social, ou apenas um sentimento de injustiça – a parte do seu cérebro que é ligada à resolução de problemas não consegue fazer seu trabalho. Aí você entra em pânico.

Sua saúde também fica mais suscetível a problemas, tornando-o(a) propenso(a) a se privar do sono e ter baixa resistência no momento em que você está tomado(a) por montanhas de papel extremamente importantes, decisões, e detalhes que fazem parte do divórcio.

3. Se sentir impotente e fora de controle
Na vida normal, você está acostumado a ser competente e responsável, mas agora está sendo empurrado para o desconhecido, sem saber como fazer as coisas direito no processo de divórcio (e na sua nova vida depois da separação). Você está sendo forçado a tomar decisões importantes de última hora e sem ter tempo pra pensar muito. Há um advogado (e caro!) a ser contratado: afinal, quem vai ajudá-lo com os aspectos legais? E a contratação de um advogado é o que pode ser visto pelos outros como um ataque; de ter elaborado os lados e que agora está pronto para a guerra.

A comunicação é ruim e você se sente impotente e incapaz de controlar totalmente as coisas que afetam profundamente a sua vida. Você precisa confiar no seu advogado e responder a perguntas dos outros familiares e filhos sobre tudo o que está acontecendo. Não é de se admirar que as pessoas fiquem sem chão nesse momento.

3. Se sentir impotente e fora de controle
Na vida normal, você está acostumado a ser competente e responsável, mas agora está sendo empurrado para o desconhecido, sem saber como fazer as coisas direito no processo de divórcio (e na sua nova vida depois da separação). Você está sendo forçado a tomar decisões importantes de última hora e sem ter tempo pra pensar muito. Há um advogado (e caro!) a ser contratado: afinal, quem vai ajudá-lo com os aspectos legais? E a contratação de um advogado é o que pode ser visto pelos outros como um ataque; de ter elaborado os lados e que agora está pronto para a guerra.

A comunicação é ruim e você se sente impotente e incapaz de controlar totalmente as coisas que afetam profundamente a sua vida. Você precisa confiar no seu advogado e responder a perguntas dos outros familiares e filhos sobre tudo o que está acontecendo. Não é de se admirar que as pessoas fiquem sem chão nesse momento.

Se você tem filhos, é provável que exista uma enorme sensação de culpa e preocupação que esta experiência de divórcio poderá afetá-los. Eles podem até pensar que é culpa deles que os pais estão se separando. As crianças acabam sofrendo também e isso complica ainda mais a situação. A batalha de ego travada entre você e a outra parte na busca de “justiça emocional” acaba aumentando cada vez mais.

Essas são algumas das razões pelas quais as pessoas perdem a linha quando estão se divorciando. É importante sempre colocar as coisas em perspectiva e manter a calma, para não acabar passando por uma situação que causará desconforto e tristeza para o futuro.

8bcebd767332ffd08db1667d2bdc1a95

Lendo essas dicas e razões, com certeza digo que é verídico…

Como é dificil,… mas nada como um dia após outro, para aprendermos com maturidade, com seriedade a lidar com essa situação.

No fim tudo dará certo, tenho fé.

10410663_713277398746714_7640647676345944200_n

bjonocore

Lucinéia Bastos

O mundo é como um espelho que devolve a cada pessoa o reflexo de seus próprios pensamentos. Obrigada pela sua visita!!!... Beijinhoss..

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s